Sobre Nós

Porque somos a melhor escolha?

1 Atendimento ao vivo
Atendimento especializado imediato, telefonicamente ou por "chat".Oferecemos apoio na escolha dos produtos mais adequados para si.
2 Entrega em 24h
Pode optar pelo serviço de entrega ao domicílio gratuito (zona de Braga) ou envio por correio.
3 Preços competitivos
Use os seus recursos financeiros de forma acertiva, obtendo os produtos adequados para si. Descontos especiais para nossos clientes.

Quem Somos?

"O que nos move é a paixão pela natureza e sua interação com o ser humano."

As plantas são autênticos laboratórios naturais que sintetizam imensos compostos que podem ser usados com objetivo terapêutico. A mais alta tecnologia usada na engenharia química é extremamente limitada quando comparada com a eficiência de síntese que as plantas têm. Mais do que produzir um composto, as plantas sintetizam vários compostos simultaneamente, que sinergicamente atuam no organismo de forma harmoniosa. Por essa razão, temos um enorme respeito pela forma como todas as coisas na natureza se encontram projetadas e se relacionam em completa harmonia com o ambiente em que se encontram. Como dizia Albert Einstein, "daria tudo para perceber apenas uma milionésima parte da inteligência manifesta na natureza".

Como tudo começou?
A minha paixão pelas plantas e pelos seus efeitos no organismo aparece ainda na minha infância, numa terra minhota chamada Ponte da Barca - terra da minha mãe. É uma região fortemente enraizada em tradições, cujo conhecimento do uso das plantas era passado de geração em geração. As aguardadas férias de verão aconteciam frequentemente nessa linda terra, verdejante em todas a sua extensão.
Ponte da Barca - Onde tudo começou!

Ponte da Barca - Onde tudo começou!

Para um "menino da cidade", as brincadeiras ao ar livre com família e amigos eram indispensáveis. Certo dia, as correrias pelos campos fizeram-me atravessar um grupo de urtigas, que para mim eram plantas inofensivas. A instantânea sensação de ardor, comichão e o visível empolamento da pele fizeram-me gritar por ajuda. Um primo, mais jovem do que eu, depois de ver o que me tinha acontecido disse-me: "rápido esfrega estas plantas onde tens as picadas, vais sentir-te melhor". Após tê-lo feito, a dor desapareceu de imediato, parando também o processo de empolamento da pele. Eu não podia acreditar que em segundos o ardor tinha simplesmente desaparecido. Perguntei ao meu primo como se chamava a planta. Na altura eu percebi "montrastes". Para mim, os "montrastes" fizeram-me olhar para as plantas e natureza envolvente de uma forma totalmente diferente. Estranhamente, fui verificando que em todos os locais onde existiam urtigas, os "montrastes" também existiam por perto. Já com mente de cientista, apesar de ter apenas 12 anos na altura, tentei extrair o suco da planta e armazená-lo (nunca consegui com sucesso).Foi apenas depois de vários anos que entendi que a planta que eu chamava "montraste" na verdade era conhecida com o nome comum "mentrasto", e com o nome científico mentha suaveolens. É provável que também tenha usado em outros momentos outra planta da mesma família de nome científico mentha rotundifolia, muito semelhante e com os mesmos resultados em relação a eliminar o efeito das urtigas.
Nome comum: Mentrasto, Hortelã brava Nome científico: Mentha suaveolens

Nome vulgar: Mentrastos
Nome científico: Mentha suaveolens

Nome comum: Hortelã branca Nome científico: Mentha rotundifolia

Nome vulgar: Hortelã branca
Nome científico: Mentha rotundifolia

Assim, depois deste acontecimentos com as urtigas, a conversa com pessoas idosas sobre o uso de plantas, a leitura de livros na área, e a colheita/armazenamento de plantas passaram a fazer parte da minha vida desde muito jovem. No meu primeiro ano de licenciatura em engenharia biológica, entendendo os processos envolvidos na separação de compostos, fiz uma extração do óleo essencial da planta. Pela primeira vez tinha isolado os compostos que quase uma década antes tinham aberto a minha mente para uma nova realidade. Com o tempo, e paralelamente à formação académica, fiz formação na área das terapias não convencionais entendendo mais plenamente os efeitos das plantas numa visão integradora da biologia e fisiologia humana. Hoje ajudo imensas pessoas a restabelecerem a homeostase através das plantas.

A mensagem do diretor técnico
O que podemos garantir é que usaremos todo o conhecimento técnico-científico ao nosso alcance para ajudar as pessoas a obter ajuda no alívio dos seus problemas. Faremos isso sempre com a atitude humilde e o reconhecimento que existe muito a aprender e que um desenvolvimento constante do conhecimento é necessário ao longo dos anos - ninguém sabe tudo e mesmo juntando todo o conhecimento já disponível, este ainda seria ainda uma infinitésima parte daquilo que temos de aprender observando e estudando a natureza. Esperamos fazer este caminho juntos, aprendendo mais sobre como a natureza nos pode ajudar e ensinando outros sobre como podem usar as plantas a seu favor, com resultados tão eficientes como apagar instantaneamente o ardor da urtiga com os mentastros.

O Director Técnico da Ervanária Palmeira.

Percurso Científico:
Licenciado em Engenharia Biológica - Univ. Minho
Doutorado em Engenharia Química e Biológica - Univ. Minho
Investigador científico (desde 2006 até o presente), tendo iniciado no Centro de Engenharia Biológica - Univ. do Minho e estando atualmente na área da ecotoxicologia no Centro Interdisciplinar de investigação Marinha e Ambiental (CIIMAR) e no Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar (ICBAS) - Univ. Porto.

Percurso na área das terapias não convencionais:
Estudos na área da Medicina Tradicional Chinesa (no Instituto Português de Naturologia - IPN e ICBAS).
Fitoterapia e Farmacopeia Chinesa (IPN e ICBAS)
Aromaterapia (uso de óleos essenciais - IPN).
Dieta do Tipo Sanguíneo/Genético (Nutrigenómica - IPN)