Agiflex | Lata

27.05

AGIFLEX® | LATA
com Biocell Collagen II ™ (Ácido Hialurónico)

Manutenção da cartilagem.
Ajuda a lubrificar as articulações.
Mantém as articulações maleáveis.

Tolerado por diabéticos; Sem Glúten; Sabor a laranja

Sabor a Laranja

Descrição

AGIFLEX®  é um suplemento alimentar que fornece ao organismo os nutrientes necessários para promover a lubrificação das articulações, ou seja, ajuda a restaurar as propriedades viscoelásticas do líquido sinovial e da cartilagem, assim como concorre para a manutenção de articulações maleáveis. Por isso, é útil em caso de inflamação ou entorses. Fortalece e regenera as cartilagens.

MODO DE USAR
1 medida (10 g.) por dia, diluída em água, chá ou sumo de frutas.

CONTRA INDICAÇÕES
Contacte o seu terapeuta ou Fale Connosco

APRESENTAÇÃO
Lata de 300 g.

COMPOSIÇÂO
1 medida (10 g): Biocell Collagen IITM (250 mg); Colagénio Tipo II (150 mg); Sulfato de Condroitina (50 mg); Ácido Hialurónico (25 mg); Colagénio (3000 mg ); Vitamina B1 (1,1 mg - 100% VRN*); Vitamina B2 (1,4 mg - 100% VRN*); Vitamina B6 (1,4 mg - 100% VRN*); Ácido Pantoténico (6 mg - 100% VRN*); Vitamina C (80 mg - 100% VRN*); Magnésio (56,25 mg - 15% VRN*);
*Valor de Referência do Nutriente.

EVIDÊNCIA CIENTÍFICA

Colagénio - Os estudos têm demonstrado que o colagénio como suplemento alimentar pode melhorar a dor, a mobilidade e reduzir a administração de analgésicos em doentes com osteoartrite moderada. Pode inclusive melhorar a função articular em atividades agressivas para as articulações. de facto, um crescente corpo de evidências  justifica o uso de colagénio hidrolisado em doentes com osteoartrite (OA).
Segundo Bello (2006), e de acordo com a literatura publicada, o colagénio administrado por via oral é absorvido no intestino e acumula-se na cartilagem. A ingestão de colagénio estimula um aumento estatisticamente significativo na síntese de macromoléculas da matriz extracelular pelos condrócitos. Vários ensaios clínicos foram identificados e analisados, tendo mostrado que o colagénio é seguro e proporciona melhorias em algumas medidas de dor e função em homens e mulheres com OA ou outras condições artríticas (Trentham, 1993; Ausar , 2001, Crowley, 2009).

Sulfato de Condroitina - A capacidade do sulfato de condroitina abrandar o desenvolvimento de osteoartrite tem sido demonstrada por vários ensaios clínicos (Michel, 2005; Uebelharte, 1998, 2004; Jerosch, 2011, Kahan, 2009).
O impacto positivo do sulfato de condroitina na osteoartrite também foi confirmado por meta-análises, que mostraram um efeito favorável significativo do sulfato de condroitina em relação ao placebo (Bruyere, 2008; Lee, 2010; Hochberg, 2008; Jerosch, 2011). Outra revisão avaliou 39 ensaios clínicos ou meta análises nas quais o sulfato de condroitina foi usado para tratar a osteoartrite. A maioria destes estudos chegou à conclusão que o sulfato de condroitina tem um efeito positivo significativo em doentes com osteoartrite ( NSM, 2oo7; Jerosch, 2011).

Ácido Hialurónico - No líquido sinovial, a elevada concentração  de ácido Hialurónico(AH) de elevada massa molar providencia uma lubrificação necessária para a articulação e  serve como obsorvente de choques , reduz a fricção entre 2 ossos e reduz o desgaste da articulação (Kogan, 2oo7). Este previne  que o líquido sinovial drene rapidamente para fora da cavidade articular quando a pressão aumenta, o que acontece durante a flexão da articulação e em articulações com artrite (Lu, 2004; Kalman, 2008).

Bioflanoides - Quercetina E Naringina - Os Bioflavonóides são a principal classe de micronutrientes protetores, com uma forte atividade antioxidante inviabilizam a agressão radicalar a proteínas, membranas, lípidos, entre outros. A naringina (presente nos citrinos) e a quercetina (cebola) possuem esta atividade marcada, demonstrando atividade anti-inflamatória e analgésica, nomeadamente pela ação sobre o metabolismo do ácido do ácido araquidónico (Lee, 2010).
A naringina e hesperidina (frutas cítricas), o resveratrol, procianidinas oligoméricas (uvas ou estratos de sementes de uva), (-)-epigalocatequina galato (chá verde) e quercetina (uva, chá verde), etc, são capazes de modular as doenças inflamatórias crónicas, como a diabetes tipo 2, artrite reumatóide, doença inflamatória intestinal (Kawaguchi, 2011).

 

 

 

 

 

Informação adicional

Peso 0.414 kg

Avaliações

Não existem opiniões ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Agiflex | Lata”

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *